Assassin’s Creed Valhalla O DLC do Cerco de Paris traz de volta as missões da caixa preta do Unity

A segunda expansão de Assassin’s Creed Valhalla , The Siege of Paris, foi mais detalhada durante a transmissão ao vivo E3 2021 Forward da Ubisoft em 12 de junho. Leva os jogadores à França alguns anos após os eventos do jogo principal.

Durante a transmissão ao vivo, a Ubisoft revelou que a expansão verá o retorno de missões no estilo caixa preta. Introduzido pela primeira vez em Assassin’s Creed Unity, essas missões desafiam os jogadores a cumprir um objetivo específico (como assassinar um alvo), mas depois soltam a mão do jogador, permitindo que eles descubram como atingir o objetivo por conta própria.

Esses tipos de missões também estavam no Assassin’s Creed Syndicate. No entanto, eles foram descartados em Assassin’s Creed Origins e não retornaram desde então.

A apresentação também sugeriu expansões adicionais para Valhalla após The Siege of Paris, com um enfocando Odin programado para lançamento no final deste ano.

O Cerco de Paris segue a Ira dos Druidas, que foi lançado em maio. Nesse DLC, os jogadores têm a tarefa de investigar um culto druídico chamado Filhos de Danu, enterrado na região selvagem da Irlanda. A expansão recebeu 5/10 na crítica Wrath of the Druids da GameSpot – nós escrevemos que ela “não acrescenta nada que valha a pena à história de Eivor e seu arco de personagem abrangente de aprendizagem que há mais vida do que subverter o destino.”

The Siege of Paris, junto com Wrath of the Druids, vêm embalados juntos no passe de temporada de $ 40 USD de Assassin’s Creed Valhalla . Disponível no PC, PS4, PS5, Stadia, Xbox One e Xbox Series X | S, o passe de temporada também apresenta a missão bônus The Legend of Beowulf.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *